como se vestir para enfrentar o frio e a neve, shopping em Ushuaia, Museu Yámana, centros invernales, "raquetas" de neve e mais...

Dia 5

O Peg foi cedo pro Cerro Castor snowboardear e eu e o Lipe tiramos o dia para descansar na nossa Posada del Fin del Mundo.

 Isso é uma coisa importante de frisar: as brincadeiras e passeios na neve cansam tanto ou mais que o sol e a praia!

Deve ter alguma teoria/explicação científica a respeito, mas a minha teoria é que o frio e a neve esgotam as nossas energias, assim como acabam com as baterias de celulares, máquinas fotográficas e filmadoras...é bom lembrar de sair de manhã com todas as baterias beeeem carregadas, porque elas descarregam super rápido! Explicações dos entendidos sobre este fenômeno são muito bem vindas!


vista da sala da Posada

Outras dicas importantes para aqueles que não estão acostumados com temperaturas negativas são sobre como vestir as crianças (e os adultos também! ) para enfrentar frio, vento, chuva, neve e calefação:

1) A primeira e mais importante dica é se vestir em camadas, como se fosse uma cebola: 4 camadas de roupas para adultos e 5 camadas para bebês (crianças devem usar sempre uma camada a mais que os adultos, teoricamente).




2) Essa é a regra (se o adulto está quentinho com 4 camadas, deve colocar uma a mais no bebê), mas na prática não funciona para nós, porque o Felipe é tri acalorado e não pára um minuto, então se colocamos 5 camadas nele ele logo fica suando e é pior - a criança não deve ficar tão aquecida a ponto de suar, porque aí as roupas de baixo ficam molhadas de suor e os pequenos acabam passando frio!


3) O ideal, de acordo com a nossa experiência,  é o seguinte: uma camiseta de manga comprida (de preferência térmica), um blusão de lã (não muito grosso, melhor se for de gola alta), um casaco de fleece (também conhecido por "soft"), e uma jaqueta impermeável, que não precisa ser muito grossa ou forrada, mas deve ser adequada pra vento e chuva! Na parte de baixo, um "cuecão", ou "minhocão", ou umas meias-calças fio 80 e, por cima, calças impermeáveis.


4) O mais importante de tudo são os pés: é bom colocar 2 meias, que também não precisam ser muito grossas para que os pés não suem, e tênis/sapatos impermeáveis, adequados para chuva e neve, porque se o seu pé molhar acaba com o seu passeio! Para mim o sapato é o item mais importante de todos, e se você não tem, vale a pena investir num sapato confortável e impermeável, e ainda passar nele um spray impermeabilizante!


5) Não esqueça dos acessórios indispensáveis no inverno: cachecol, luvas impermeáveis (aquelas de lã nem pensar, em 5min ficam completamente molhadas!) e touca - se as extremidades (cabeça, mãos e pés) e o pescoço estiverem quentinhos, o corpo todo fica mais aquecido!


6) Além de tudo isso, é bom lembrar de passar bastante filtro solar no rosto e trazer óculos de sol: a neve reflete muito o sol e queima mais do que na praia!

7) Por último, é sempre bom trazer uns relaxantes musculares e sprays do tipo "gelol" - depois de passar um dia inteiro se exercitando na neve você certamente lembrará de mim e entenderá o porquê!


8) Leve sempre na mochila do passeio uns snacks (tipo chocolate, barrinhas de cereal, amêndoas, castanhas), 1 par de meias extras, uma calça de baixo extra e um par de luvas extras, para o caso de molhar.


9) Se você precisar comprar alguma peça de roupa que você não tem/não trouxe, vá no primeiro dia (para aproveitar ao máximo) nas seguintes lojas, todas na rua principal de Ushuaia, a San Martín: Cape Horn (vende Rip Curl e North Face), Popper (várias marcas), Montagne, Scandinavian (Columbia) ou Extrema Patagonia (Burton e Brooksfield).




Vi Popper e Scandinavian no Shopping Paseo del Fuego e Popper também no Cerro Castor, mas as lojas do centro têm mais variedade e quantidade/numeração.

Vi bastante roupa de crianças na Popper, Cape Horn (North Face) e Scandinavian (Columbia). Na Extrema Patagonia tinha até macacão para neve do Buzz Lightyear, da Burton - até os pequenos viajantes que detestam andar "entrouxados" de roupas vão gostar deste!


Os preços são caros, até porque são roupas importadas e de altíssima qualidade/tecnologia, e eu não saberia dizer se são melhores ou piores do que nas lojas especializadas em Porto Alegre ou São Paulo, por exemplo.

Fechando esse longo parêntese, vamos voltar ao que interessa:

Fomos ao Museo Yámana (40 pesos/Lipe free): é bem simplezinho, no centro, e pequeno. Achei interessante para aprender um pouco sobre os yámana, indígenas que viviam na Terra do Fogo antes da chegada dos brancos. A gente fica sabendo que os índios andavam pelados, faziam fogo nas canoas e só as mulheres sabiam nadar, por exemplo.


Depois de mais um passeio no centro para ver os caranguejos gigantes nas vitrines dos restaurantes, e do Felipe cair de bunda numa poça de barro, fomos para o Paseo del Fuego (shopping novo) de táxi.

PS1. Voltas de táxi pelo centro da cidade são super baratas, dificilmente saem por mais de 25 pesos.

PS2. Na maioria dos lugares/passeios, crianças de até 3 anos não pagam. A partir dos 4 anos já começam a pagar, normalmente 70%. Venha logo!








O novo shopping de Ushuaia é bem bacana, tem Popper, Scandinavian, uma praça de alimentação com uma vista inacreditável para o Canal de Beagle, cinemas e uma área bem boa de brinquedos para crianças - com carrinhos, auto-choque, mini-boliche, jogos eletrônicos e quetais.






E ainda tem uma Freddo, porque vir à Argentina e não tomar um sorvete no Freddo é um sacrilégio. ..no verão ou no inverno, Freddo é sinônimo de Argentina! Quem ainda não conhece e não tem seus preferidos, deve provar dulce de leche granizado y chocolate con almendras, os MEUS favoritos hehehe...

Eu nunca iria num shopping numa viagem normal - mas...com a neve caindo lá fora, querendo descansar, o Peg esquiando e eu e o Lipe "desprogramados", foi um ótimo passeio - é claro que o pequeno viajante adorou!



De noite fomos jantar no Placeres Patagonicos e eu finalmente experimentei o famoso cordero patagonico, com molho de hortelã e purê de almendras - o bicho tava se desmanchando na boca, uma comida do tipo pornográfica, de tão deliciosa!

Entrada no Museo Yámana: 40 pesos/Felipe free
Táxi do centro ao shopping: 25 pesos
Ficha para os jogos do shopping: 8 pesos/cada
Sorvete no Freddo: 30 pesos
Janta no Placeres Patagonicos (cordero e lomo): 240 pesos





Dia 6


Fomos passear pelos centros invernales com o transporte gratuito que eles disponibilizam, como já expliquei no post anterior, este aqui.

Descemos no Valle de Lobos primeiro (é o primeiro centro invernal). Tava muito lindo, com muiiiita neve. Achei que esse é o lugar mais legal para fazer o passeio de trenó com cachorros, porque em Tierra Mayor e em Las Cotorras/Ushuaia Blanca os passeios são em pistas no vale, e no Valle de Lobos é no meio do bosque, das árvores! Os cachorros "moram" em tonéis - não preciso dizer que o Lipe adorou, né?!?






De lá, seguimos para o centro Las Cotorras/Ushuaia Blanca, onde pretendíamos fazer "culipatín" (esqui bunda), mas não deu porque tinha neve demais...imagina afundar de bunda em 1,5 metro de neve fofa? Assim estava!

Como o "culipatín" não estava disponível, me ofereceram as "raquetas" de neve e eu, doente da cabeça, aceitei, e lá fomos nós - a guia, um casal de porteños e eu de raquetas nos pés puxando o Lipe num trenó! Não preciso dizer que o pequeno viajante AMOU o passeio, né? Nas palavras dele, "isso foi muiiiito divertido"!

Já eu, tomei um cansaço...a caminhada nem é tão cansativa, porque as tais raquetas servem justamente para evitar que a gente afunde na neve. Mesmo com o meu enorme preparo físico (só que não!!!), teria sido ok, se eu não estivesse puxando o Lipe num trenó que não deslizava tão facilmente naquela neve em pó!!!






Depois de descansarmos, seguimos a pé até o Cerro Castor, que fica a apenas 500m de Las Cotorras. Quando chegamos, estava um dia bem bonito, e havia um grupo jogando uma partida de snowpolo (polo na neve), super emocionante de assistir (o problema foi só que o Lipe queria pegar a bola de qualquer jeito!!!).

Passeamos por toda a base do Cerro Castor, bem legal!






Mais tarde, passeamos pelas lojas e jantamos no Bodegón Fueguino - o restaurante mais aconchegante de Ushuaia - um cordero a la mostaza com purê de batata doce e um lomo a la pimienta negra con milhojas de papas...yummy!!! Fica na San Martín, 859 - bodegonfueguino@tierradehumos.com

Transfer até o Valle de Lobos (ida e volta): 100 pesos
Passeio com "raquetas" de neve e trenó: 140 por pessoa (o Lipe também pagou!)
Pacote de amêndoas num centro invernal: 30 pesos
Jantar no Bodegón Fueguino: 250 pesos





Quer dar uma voltinha de snowboard pelo Cerro Castor, em Ushuaia

Veja este videoclipe, aqui ou no nosso canal no YouTubeaqui - não esqueça de selecionar a opção para assistir em HD, alta definição! 



Nos próximos posts, mais sobre a nossa viagem pela Patagônia - fique ligado!

Cotações (no momento da nossa viagem): 

R$ 1 = AR$ 3,47 / U$ 1 = R$ 2,42 / U$ 1 = AR$ 8,40 

Você também nos encontra aqui:


Veja mais fotografias desta viagem nas nossas redes sociais, em #felipeopequenoviajante e #operaçãofimdomundo2013

Assista todos os minifilmes da nossa aventura "patagônica" no Facebook (aqui) ou os filminhos maiores no YouTube (aqui)

Para ler mais, todas as nossas postagens sobre a Patagônia estão organizadas aqui


4 comentários:

  1. Bacana DEMAIS essa viagem, o pequeno parece ter curtido muito!
    Meu filhote tem 3 anos e prefere a neve doque a areia kkkk

    No inverno passado eu quase congelava brincando com ele na neve no pateo do nosso predio!

    Quanto as roupas, acho que 5 camadas pra criança é um exagero, até porque com 5 camadas a criança perde a mobilidade, pode ser bem desconfortável.

    Por aqui se for só pra brincar la fora, no filhote é meia-calça e body térmico, uma boa meia de algodão (sintético faz suar), camisetinha de manga, um agasalho de fleece e o macacao de neve.
    Filhote é como eu, ODEIA luvas então todo inverno é aquele drama. =(

    Pra gente roupa de neve só usamos pra ir pros alpes mesmo, por aqui estamos sempre de meias termicas, jeans e um bom casaco.

    Acho que vale muito a pena investir em boas roupas de inverno, passar frio é triste hahha.
    Com os pequenos é mais complicado, porque a roupa é cara e perde rápido, ideal é achar roupas usadas.

    Aqui na Holanda temos um clubinho de maes e a roupa da criança vai circulando, meu filho herda do filho de uma amiga e repassamos as dele pra uma outra amiga. =)

    Beijao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que tu tens toda razão, Ingrid! Com 5 camadas o Lipe parece um astronauta, ele detesta, e fica todo suado, porque eles fervem muito, né? Eu com 4 camadas fico super bem...acho que essa recomendação de colocar uma camada a mais do que nos adultos é mais para bebês, né? Lembro que quando o Lipe era bebê eu usava essa técnica e ficávamos sempre bem!
      Lá em Ushuaia a roupa de neve era imprescindível, pq o Lipe ficava todo o tempo jogado (ou atolado) na neve, e nos dias que saiu de jeans ele logo ficava todo molhado! heheheheh
      Eu adoro essas coisas de primeiro mundo - aqui o povo é bodoso e não gosta de usar roupas usadas de desconhecidos nos filhos - tu sabe como brasileiro pode ser metido a besta, né? Eu ia adorar um clubinho desses!
      Bjokas, volta sempre!
      Claudia @pequenoviajante

      Excluir
  2. Claudia, estou planejando uma viagem igual a sua (porém não devo ir a El Chálten), no período de 05 a 20 de agosto de 2014. Estou com muito medo do frio! Em média, qual a temperatura que vocês pegaram lá? E roupa, o que vocês dois usaram? Comprou aqui no Brasil? Qual a melhor marca? Sou bem friorenta e olha que moro em Vitória/ES! Grande abraço!!! Lara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lara!

      Eu gosto muito das jaquetas da Columbia e da North Face, mesma coisa os fleeces, que são indispensáveis. Minha calça de neve é da Burton, as do Peg também. As coisas da Timberland tb são ótimas, o Peg adora! Pegamos frio o tempo todo, muitas temperaturas negativas, vai bem agasalhada ;)

      Nós moramos na fronteira, onde tem free shop, então compramos muitas coisas aqui e nas viagens aos EUA, onde tudo é bemmm mais barato!

      A regra é usar camadas, sempre no mínimo 4 em cima e 2 embaixo!

      Bjo, boa viagem!

      Excluir